Semiárido em Versos - Plataforma de Conocimientos LAC

Semiárido em Versos

Marcilene Ribeiro de Araújo é dessas agricultoras que se transformam em símbolo referencial de sua região e enchem de orgulho a agricultura familiar do semiárido nordestino brasileiro, com sua coragem e sua poesia. Aos 35 anos, ela lança o seu primeiro livro de poemas, intitulado Semiárido em Versos, no qual ela oferece um panorama contemporâneo das alegrias e lamentos da vida cotidiana no campo, sempre com esperança e com o olhar no futuro.

Em mais de 30 poemas selecionados, Marcilene deixa transparecer o dia a dia das principais atividades agrícolas que ela própria desempenha, desde a horta e o quintal produtivo até a criação de galinhas, passando por serviços sazonais, como a farinhada e a colheita de caju e outras frutas que são beneficiadas e transformadas em polpa. Do trabalho rural, ela e o marido tiram o sustento da família, que ainda inclui três filhos em idade escolar – todos vivendo na mesma casa.

Serena e bem-humorada, a agricultora ainda encontra tempo para bordar e para escrever. Vai fomentando sua inspiração e colhendo suas ideias da labuta sertaneja na roça e das rodas animadas de conversas. E assim ela define sua arte poética: “Eu vejo na poesia uma linguagem diferente de escrever e de me comunicar – até mesmo para fazer um pedido de benefício social ao Governador, se for o caso. Não é apenas hobby; é necessidade de expor o meu sentimento”.

Disponível em português

Asociados
IICA - Instituto Interamericano de Cooperación para la Agricultura,Programa Semear Internacional

Año
2022